Como preservar os produtos naturais, após retirar das embalagens?

Separamos algumas dicas importantes para armazenamento dos seus produtos naturais, após retirar das embalagens originais, preservando assim a qualidade, o aspecto visual, o sabor e inclusive mantê-los bem fresquinhos. Role para baixo, ou clique no produto que deseja.

Chás     |     Grãos     |     Farinhas     |     Ervas e Especiarias     |     Oleaginosas, Frutas Desidratadas e Sementes

ERVAS E ESPECIARIAS

Quando guardadas de maneira correta, as ervas e especiarias podem durar muito...

Ervas e especiarias são usadas para ressaltar o gosto, adicionar sabor e vão desde a entrada, na forma de patês; para temperar / marinar receitas; e, finalizar, já com o prato pronto, como as batatas polvilhadas com páprica e alecrim...

As ervas e especiarias conservam óleos essenciais, que são os elementos que garantem o toque de sabor e os benefícios à saúde. Com o passar do tempo, a exposição à luz, ao calor e à umidade, esses óleos se degradam perdendo as características saborosas.

O ideal é conversar seus temperos em frascos, de preferência de vidro, bem secos, em temperatura ambiente, em local fresco e escuro. Evite deixar próximos do fogão da cozinha, pois o calor afeta a qualidade dos produtos. Prefira uma gaveta ou armário fechado, longe da luz solar, calor e umidade. Para prolongar o sabor das ervas e especiarias feche bem o pote onde estão guardado.

Nossa sugestão é comprar em pouca quantidade, colocar em frascos pequenos identificados com a etiqueta do produto, que contém o nome e a data de validade. Reaproveite algumas embalagens, como pote de papinhas, geleia, molho de tomate, etc. Lave com água e sabão, escalde em água quente (cuidado para não se queimar...) e seque bem. Você pode até deixar ele mais personalizado, como pintar a tampa e adicionar um enfeite, como um puxador de gaveta.   

 

Atenção, não use colher úmida para pegar seus temperos e não coloque o pote perto do vapor das panelas. Também não use a mesma colher para pegar temperos diferentes para não contaminá-los com sabores e cores diferentes.

Antes de usar, sinta o aroma e observe a coloração. Se perceber sinal de mofo, descarte e lave bem o recipiente. Caso esteja sem aroma ou com a cor alterado, não utilize o produto para fins culinários.

 
1/1
 

CHÁS

O consumo do chá no Brasil vem crescendo muito nos últimos anos. Extraído cuidadosamente das plantas, a bebida preparada por meio da infusão de folhas, flores ou raízes de plantas, com água quente, e cada variedade adquire um sabor definido de acordo com o processamento utilizado, que pode ser com ou sem fermentação, tostado ou não, podendo ser adicionado de aroma e ou especiaria.

A luz, a umidade, o calor e o ar são inimigos do chá, levando a sua deterioração mais rápido. Portanto, a forma de armazenamento em casa é muito importante para preservar suas características principais: o aroma e o paladar.

Para conservar o chá sem perder suas principais características de qualidade e sabor, o armazenamento precisa ser feito com cuidado. Independentemente do tipo de chá, para manter o sabor e aroma da erva, é necessário manter o produto em uma embalagem escura e hermeticamente lacrada, como cerâmica ou lata com tampa.

 

Tenha cuidado com as latas de metal, pois em contato com o calor esquentam muito rápido. Portanto, não guarde perto do fogão ou em local que bata sol. O calor também ocasiona a oxidação das folhas do chá.

O chá absorve facilmente outros odores. Evite guarda-lo perto de temperos, café e especiarias.

Deve-se evitar embalagens transparentes, para evitar a exposição à luz. Algumas pesquisas sugerem que o contato do chá com a luz pode interferir em suas propriedades, como a perda de antioxidantes, por exemplo, e até a alteração do seu sabor.

Não se deve também guardar tipos diferentes de chá na mesma embalagem para que os aromas não se misturem. Por fim, é aconselhável respeitar a data de validade, mesmo que o produto esteja bem conservado.

1/1
 

GRÃOS

 

O melhor local para guardar grãos são os potes de vidro. Eles não deixam cheiro, são mais fáceis de limpar e mantem bem qualquer esse tipo de alimento.  Os potes de vidro transparente ajudam na visualização, fica mais fácil encontrar o que você quer em qualquer lugar. Além de facilitar a observação de pequenas teias se formando. Ao identificar um intruso nos seus grãos descarte que ele pode contaminar toda a sua despensa.

Além de todas essas vantagens, o vidro tem outra em comparação ao plástico. Este, quando é aquecido pelo calor, libera uma substância chamada Bisfenol A que pode até causar doenças.

O pote de acrílico dentro de um local que não pegue a luz, também é recomendado. Dessa forma, ele não aquece e não libera qualquer substância nociva.

O inox também é uma boa opção, porém, ao ter arranhões na parte de dentro do pote, ele pode liberar substâncias que se misturam aos alimentos e podem prejudicar a sua saúde com o passar do tempo.

O ideal é que tenha uma etiqueta identificando o alimento e a validade do produto.

O local deve ser distante da luz do sol e também não deve ser perto do fogão ou de qualquer lugar que tenha excesso de umidade. O local deve ser fresco e ventilado.

Nunca abastecer seu pote sem antes lavar com água e sabão e secar bem antes de usar. Nunca misture produto novo com velho.

Manter a despensa e armários sempre limpos, afasta problemas indesejados. Cuidado com a umidade em excesso, ela pode atrair carunchos. Alimentos armazenados por muito tempo, também facilita a proliferação de carunchos e até infestar todos os alimentos que estão próximos. 

Outra dica é utilizar o cravo da índia como repelente natural, pois o cheiro forte da especiaria afasta formigas, traças e outros bichinhos indesejados, é só espalhar pela despensa que não tem erro!

1/1
 

FARINHAS

A farinha é usada para uma variedade de doces, massas caseiras ou bolinhos, empanar, engrossar molhos e etc. Este produto, apesar de ter uma validade longa, precisa de armazenagem correta, a violação pode levar à perda de suas propriedades e até mesmo ao aparecimento de insetos desagradáveis.

Deve-se tomar cuidado com a temperatura e a umidade do ambiente. Deve ser armazenada em local seco e longe do calor.

Os recipientes para armazenar a farinha também são de grande importância. É melhor escolher recipientes de vidro hermeticamente fechado, identificado com etiqueta a validade,

A farinha também absorve cheiro de substâncias e produtos próximos, por isso não deve ficar próxima do café, especiarias, chás, etc.

As farinhas refinadas não possuem muita gordura em sua composição, isso quer dizer que elas demoram mais tempo para ficar rançosa. Mas mesmo assim, seu armazenamento deve ser feito de forma correta. O ideal é abrir a embalagem e colocar em um saco tipo zip e levar ao freezer por 48 horas para que o frio mate os microrganismos. Passado esse tempo, transfira para um pote hermético e guarde no armário, longe de luz, umidade e calor.

Caso você more em lugar mais quente pode guardar a farinha no freezer e retirar aos poucos a quantidade que deseja usar. Assim ela vai durar mais, mas não esqueça, que a embalagem deve estar bem fechada.

1/1
 

OLEAGINOSAS, FRUTAS DESIDRATAS E SEMENTES

 

 

As frutas desidratadas podem ser divididas em dois tipos: FRUTAS SECAS – como abacaxi, banana, manga e etc e os FRUTOS SECOS, também conhecidos como oleaginosas – como amêndoas, castanhas, nozes, etc. Uma combinação altamente nutritiva, um excelente lanche, rico em fibras e fácil de levar na bolsa.

 

Quando consumida entre as refeições trazem a sensação de saciedade e matam aquela vontade de comer doces. Devido ao alto teor de fibras, é importante combinar seu consumo com o aumento da ingestão de água para facilitar o transito intestinal e evitar constipação. Oleaginosas devem ser consumidas com moderação, pois são ricas em gordura e possuem bastante calorias.

 

Um ponto importante é como armazenar para que não percam seus benefícios. Alimentos ricos em gorduras, se expostos a luz  e ao calor podem sofrer oxidação, portanto coloque em potes, limpos e secos, com tampa, na geladeira. Pelo lado de fora, revestir de papel alumínio para que não pegue luz.

 

As temperaturas mais baixas, preservam a crocância e o sabor, além de prevenirem a perda de umidade e o desenvolvimento de mofo. Portanto, a temperatura em que estão expostas podem influenciar na qualidade, podendo até durar menos.

Temos a certeza que essas dicas vão te ajudar a conservar melhor os seus produtos  ;)

1/1

Chás     |     Grãos     |     Farinhas     |     Ervas e Especiarias     |     Oleaginosas, Frutas Desidratadas e Sementes

Acesse nossa loja virtual e aproveite os melhores preços e com toda qualidade.

Clique aqui!

Nosso Blog